Violência: 7 famosas que foram espancadas por seus companheiros e você não sabia!

No Brasil, mais de 500 mulheres são agredidas por hora no Brasil, de acordo com pesquisa do instituto Datafolha encomendada pelo Fórum de Segurança Pública e divulgada em março de 2017. Cada vez mais, novos casos de ataques contra a mulher acabam em evidência nas mídias.

A taxa de violência contra as mulheres, seja ela cometida por companheiros ou não, é alta e persiste mesmo com as leis que tentam coibir esses crimes. Denunciar é importante e falar sobre o tema é uma forma de conscientização a respeito do problema que ainda tantas mulheres enfrentam.

A denúncia de violência doméstica pode ser feita em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência, ou pela Central de Atendimento à Mulher (ligue 180). A denúncia é anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país.

Confira abaixo algumas celebridades  que sofreram com a violência e foram espancadas pelos seus maridos e namorados.

Luiza Brunet

A atriz teve uma relação de cinco anos com o empresário Lirio Parisotto. Após, segundo ela, ter levado socos e chutes, que a deixaram com hematomas e costelas quebradas, Luiza revelou, em depoimento ao Ministério Público, que já havia sofrido outras agressões físicas e psicológicas durante o período em que ficou com o companheiro. A artista, no entanto, não havia prestado outras queixas contra Parisotto até o episódio que aconteceu em Nova York, em 2016. “Dei publicidade ao caso para que outras mulheres vítimas de violência tomem coragem e não se calem”. O empresário nega as acusações e diz que há contradições nos depoimentos da ex.

Jéssica Amaral

A modelo e ex-capa da “Playboy” foi agredida pelo ex-companheiro, o rapper Natan Braga, em São Paulo em 2015. Jéssica teria levado socos, chutes e marteladas na casa do pai de sua filha, então com oito meses. Ela sofreu uma fratura no nariz e precisou levar pontos na cabeça. Em entrevista à “RedeTV!”, o rapaz assumiu as agressões, dizendo que perdeu a cabeça por saber que a jovem teria deixado a filha dos dois com os avós maternos em Porto Alegre. Segundo ele, que nega o uso de um martelo para agredir a moça, Jéssica estaria em São Paulo para trabalhar como garota de programa, o que ela negou. “É mentira dele! Eu fui a trabalho. Moro com meus pais e toda vez que viajo a trabalho minha filha fica com a minha mãe”. A modelo afirmou já ter sofrido outras agressões do ex, mas tinha medo de denunciar. “Só agora resolvi tomar uma atitude”.

Brisa Ramos

A atriz acusou o então namorado Kadu Moliterno de tê-la agredido por três vezes durante o relacionamento de cinco meses dos dois. Ela afirmou não ter feito a denúncia por acreditar que o companheiro poderia mudar. “Hoje me arrependo imensamente de não ter ido a uma delegacia desde a primeira agressão, uma vez que acreditei que ele poderia ser uma pessoa melhor”, contou em 2014 em entrevista ao “EGO”. Segundo ela, o ex costumava “sacudi-la”. “Nunca o havia denunciado porque achava que a pessoa tinha que ter hematoma no corpo para dar queixa. Depois, conversei com um advogado, e ele disse que não”. Kadu Moliterno já foi acusado de agressão em outra ocasião há dez anos, quando a ex-mulher Ingrid Saldanha, com quem o ator teve três filhos, registrou queixa na delegacia contra ele por espancamento.

Christy Mack


Em 2014, a atriz foi agredida pelo ex-namorado, o lutador de MMA Jon Koppenhaver, conhecido como War Machine. Os dois estavam separados há três meses, quando o atleta resolveu aparecer na casa de Christy e a viu com um amigo. “Ele me fez tirar a roupa e tomar banho na frente dele, depois me arrastou para fora e bateu no meu rosto. Não tenho lembrança de quantas vezes eu apanhei, apenas sei o resultado da surra. Minhas lesões incluem 18 ossos quebrados ao redor dos meus olhos, meu nariz foi quebrado em dois lugares, perdi dentes e vários outros estão quebrados. Tenho uma costela fraturada e o fígado severamente rompido por causa de um chute na minha lateral. Minha perna está tão lesionada que não consigo andar sozinha”, contou ela, que ainda sofreu uma tentativa de estupro e conseguiu fugir e pedir ajuda.

Palmirinha Onofre

Mestre na arte da cozinha, Palmirinha revelou, em 2012, ter passado por um relacionamento abusivo com seu ex-marido. Segundo ela, três mulheres do então companheiro estiveram presentes em sua festa de casamento. “Ele bebia muito, tinha várias amantes. Eu achava que se eu me separasse dele eu iria prejudicar o futuro das minhas filhas. Apanhei muito dele até minha segunda filha se casar. Aí eu me separei, eu tinha 45 anos”, comenta. “Minha família dizia que mulher que se separava do marido não prestava”.

Luana Piovani

Em 2008, a atriz acusou Dado Dolabella de tê-la agredida em uma boate no Rio. A camareira de Luana também se machucou durante a confusão. Dado foi condenado, em 2014, a dois anos e nove meses de prisão em regime aberto. “Ele me agrediu, sim, fisicamente. Tanto que ele foi processado. Só que na Esmê (de Souza, a camareira, de 65 anos na ocasião), a agressão dela foi considerada grave. Ela ficou com os dois antebraços engessados. No meu caso, foi uma bifa gigante na fuça mesmo, na cara. E me machucou os braços, porque me apertou. Mas eu não deixei de trabalhar. Só fiquei usando um casaquinho para conter a vergonha dos braços”, relembrou ela recentemente em canal do YouTube. “Aquela cena me fez ver que não quero isso pra mim. Ainda bem que aconteceu antes de eu me casar com ele. Fui salva aos 44 minutos do segundo tempo”, disse Luana à “IstoÉ Gente” na época. Em 2009, por votação popular, Dado ganhou o reality show “A Fazenda”.

Gretchen
“Eu era agredida todos os dias. Agredida de verdade. Eu era espancada. Eu apanhava por qualquer motivo. Eu apanhava porque sorria, apanhava porque ficava triste, eu apanhava porque tomava banho com as minhas irmãs quando elas iam na minha casa. E ele não tinha nenhum problema com bebida. Ele me batia porque era psicopata. Mas, quando passava a crise, vinha chorando, passava mal do coração, dizia que tinha problema e que não vivia sem mim, que se eu saísse [de casa] ele morria. Eu vivia em uma gaiola de ouro, porque ele realmente tinha muito dinheiro”, desabafou a cantora em um vídeo em seu canal sobre violência contra a mulher. Segundo ela, o terceiro marido chegou a apontar um revólver em seu pescoço após ela tentar ir embora, ameaçando também o filho que os dois tiveram juntos.
Madonna

A artista foi casada com Sean Penn entre 1985 e 1989 e juntos eles protagonizaram uma relação conturbada, que teve uma reviravolta quase 30 anos. Na época em que estavam juntos, dois casos foram amplamente divulgados na mídia em 1987 e 1989, afirmando que Madonna teria, respectivamente, sido agredida por Sean com um bastão de beisebol e amarrada e atacada pelo ele. O ator chegou a ser denunciado pela ex por violência doméstica e preso por conta do caso de 1989. Madonna, no entanto, foi a público, em 2015, e voltou atrás, afirmando que as acusações contra Sean não eram verdadeiras.