O que disseram os bombeiros sobre o caso da mulher que confundiu uma Linguiça com uma cobra em Minas?

No interior de Minas Gerais, os bombeiros receberam o chamado urgente de uma mulher que havia encontrado uma cobra em sua residência. Segundo ela, o animal peçonhento estava na varanda de sua casa e media mais de um metro de comprimento e aparentava ser uma cobra coral. A Equipe se mobilizou e enviou três de seus profissionais para coletar o bicho.

Ao chegar na residência, o corpo de combatentes se dirigiu até o local onde a suposta serpente estava. Ao chegarem lá, deram de cara com uma coisa completamente diferente. Os homens que foram capturar uma cobra se deparou com um pedaço de linguiça.

O embutido estava jogado na área de fora da residência e causou pânico à moradora. O caso viralizou e foi comentado em toda a internet. Mas, mesmo sendo um terrível mal entendido, os bombeiros disseram que ela agiu da maneira mais adequada.


Primeiro eles explicaram o ocorrido dizendo: “Quando nossa equipe chegou ao local fomos indicados para o cômodo onde ela suspeitava que estava o animal. Estava muito escuro e a forma com que a linguiça estava no chão realmente poderia levar a pessoa a confundir com uma cobra.”

Em seguida eles defenderam a atitude da mulher, informando que, ao encontrar um animal como este, a pessoa deve acionar os profissionais para que eles o capturem e devolvam à fauna.